Comunidade Fique-Rico no MyBlogLog MyBlogLog . Fique-Rico no Technorati Technorati . Fique-Rico no StumbleUpon StumbleUpon . Fique-Rico no BlogBlogs BlogBlogs . Fique-Rico no Twitter Twitter . Fique-Rico no Delicious Del.icio.us . Fique-Rico no Facebook Facebook . Fique-Rico no Flickr Flickr . Comunidade Ambiente Ecológico no Orkut Orkut . Fique-Rico no Dihitt diHiTT . Fique-Rico no FriendFeed FriendFeed . Fique-Rico no Plurk Plurk . Fique-Rico no Jaiku Jaiku . AC no BlogCatalog blogcatalog
Eco-amigos, estamos com um problema no servidor e o link "leia mais" não está funcionando. Clique no título da postagem para ler na íntegra. Obrigado :)

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Mundo precisa abandonar obsessão por crescimento

"Em plena crise global, com governos e mercados preocupados com uma possível recessão mundial, a revista especializada britânica New Scientist foi às bancas nesta semana com uma capa na qual defende que a busca por crescimento econômico está matando o planeta e precisa ser revista." E propõem uma série de soluções. Mas será isso possível nesse mundo capitalista em que vivemos?


A posição da revista New Scientist

“A Ciência nos diz que se for para levarmos a sério as tentativas de salvar o planeta, temos que remodelar nossa economia”, afirma a revista.
E mais! Segundo a revista:

- Todos os esforços para desenvolver combustíveis limpos, reduzir as emissões de carbono e buscar fontes de energia renováveis podem ser inúteis enquanto nosso sistema econômico continuar em busca de crescimento.

- Enquanto a economia busca um crescimento infinito, os recursos naturais da Terra são limitados.Movimento ambiental nunca conseguirá vencer dentro do atual sistema capitalista.
A única solução é reformarmos o capitalismo atual.

- “Durante os anos 1980, para cada US$ 100 adicionados na economia global, cerca de US$ 2,20 eram repassados para aqueles que estavam abaixo da linha de pobreza. Durante a década de 1990, esse valor passou para US$ 0,60. Essa desigualdade significa que para que os pobres se tornem um pouco menos pobres, os ricos tem que ficar muito mais ricos”

- Afirma ser impossível que um dia toda a humanidade tenha o padrão de vida dos países desenvolvidos.

- Para que o mundo possa ter uma economia ecologicamente sustentável, segundo Simms, é preciso acabar com o preconceito de alguns em relação aoo conceito de “redistribuição”, que, para ele, é o único modo viável de acabar com a pobreza.


Cuidado com a interpretação

Abandonar o crescimento econômico é uma coisa, abandonar o avanço tecnológico é outra. Está claro que não podemos parar o avanço tecnológico e que esse está ligado ao crescimento econômico. E com toda a certeza se a economia e a tecnologia parassem os impactos acabariam juntos. Mas isso não é possível no sistema em que vivemos - se tornaria um caos - e mudar o sistema é quase impossível.

O homem - você deve saber melhor que ninguém - tem o "espírito capitalista" dentro de si por natureza. Seria necessário não só uma revolução, mas também um avanço "mental" muito grande. Mudar a cabeça de tanta gente é difícil e o dinheiro fascina. E a quem ele não fascinar, ele converte!

É obvio que a New Scientist está correta nas suas informações e isso arrumaria o mundo. Porém é complicado de isso se tornar realidade.


Quanto a redistribuição o AMBIENTE ECOLÓGICO particulamente aprova o comércio do crédito de carbono, afinal é uma idéia interessante fazer com que os países desenvolvidos que querem só lucro e lucro sejam "obrigados" a comprar crédito de carbono de países subdesenvolvidos para cobrir seus impactos ambientais.


O que VOCÊ pode fazer para ajudar a mudar?

Comece pensando quem é você e o impacto que causa diariamente ao meio ambiente. Reflita o que você poderia fazer para mudar e instigue outras pessoas a fazer o mesmo!
É importante também não só fazer pequenas coisas mas participar desse mundo capitalismo como um ativista. Estudar para adquirir conhecimento não para ganhar dinheiro no futuro.

O Ambiente Ecológico acredita que qualquer profissão que você escolher você pode ajuda o mundo - salve suas excessões. O que queremos dizer é que você não precisa ser um engenheiro ambiental para lutar por um mundo melhor. Você pode ser um advogado ambiental, um jornalista que publique o que realmente acontece no mundo, um político com (realmente) boas causas, etc.

E o mais importante. O mundo está como está e não vai parar de crescer. Mas não é por isso que você deve aceitar a situação. Lute o máximo que puder contra o sistema. E se quiser progredir, faça-o causando o menor impacto ambiental possível e sempre procure ações mitigadoras.

Leia ainda mais:
BBC Brasil

3 Comentários:

joao Assis disse...

Realmente esse texto descreve com objetividade a situação atual,mas eu acredito que a especulação é a mola propulsora desse sistema,devemos aguardar um pouco,que esssa atual crise deixará lições que obrigatoriamente terão que ser seguidas,enquanto isso vamos praticando pequenos gestos que somados á outros poderão influenciar uma melhora desse mundo em que vivemos.
Um grande abraço e parabéns pela postagem.

gumelo disse...

Infelizmente a especulação sem fim não será freada antes que haja um grande impacto ambiental que leve as pessoas a mudar "obrigatoriamente" seu modo de viver! Enquanto isso cabe a cada um de nós que já acordou cuidar da sua parte para tentar fazer um mundo um pouco melhor.

Gato-do-mato disse...

João Assis,

Obrigado pelo comentário! Ficamos satisfeitos que tenha aprovado a postagem. E com toda a certeza, se todos pensarem assim e fazerem pequenos gestos, esses pequenos gestos aos poucos vão mudando o mundo. Nós fazemos a nossa parte :)
--

Gumelo,

Primeiro obrigado pelo comentário. Realmente, apesar dos impactos ambientais e desastres já bem visíveis muitas pessoas ainda não tem noção.
Talvez nem com um grande impacto essas pessoas mudem. Talvez o segredo seja investir nos cidadãos pequenos para que esses não se tornem igual e terminem de acabar com o mundo.
Por enquanto nos resta fazer a nossa parte mesmo.

Postar um comentário

Olá!
Parabéns por não ser omisso e opinar!

Seu comentário será enviado ao moderador e em alguns instantes estará publicado.

Todo comentário tem resposta.

Visitantes Recentes

Comentários recentes

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO