Comunidade Fique-Rico no MyBlogLog MyBlogLog . Fique-Rico no Technorati Technorati . Fique-Rico no StumbleUpon StumbleUpon . Fique-Rico no BlogBlogs BlogBlogs . Fique-Rico no Twitter Twitter . Fique-Rico no Delicious Del.icio.us . Fique-Rico no Facebook Facebook . Fique-Rico no Flickr Flickr . Comunidade Ambiente Ecológico no Orkut Orkut . Fique-Rico no Dihitt diHiTT . Fique-Rico no FriendFeed FriendFeed . Fique-Rico no Plurk Plurk . Fique-Rico no Jaiku Jaiku . AC no BlogCatalog blogcatalog
Eco-amigos, estamos com um problema no servidor e o link "leia mais" não está funcionando. Clique no título da postagem para ler na íntegra. Obrigado :)

quinta-feira, 16 de abril de 2009

Dia Nacional da Conservação do Solo. Cuide de seu lixo!

residuos Hoje foi o Dia Nacional da Conservação do Solo. Sim, eu deveria ter publicado esse post no início do dia. Mas por falta de tempo e por ter me dado conta que hoje era esse dia especial tão tarde, publico só agora. Antes tarde do que nunca! :)

Não irei tratar da agricultura, extração, desmatamento ou reflorestamento. Assuntos já bem explicados pela minha nova amiga Daiana Santana. Falarei sobre um outro problema que degrada o solo: o lixo.

Curiosamente ouvi ontem um podcast muito bom sobre o assunto. Juscelino Dourado, em seu blog, fala sobre o assunto para a rádio USP FM. O link você encontra no canto direito desse blog :)

Contaminação dos Solos

“Conforme estabelece o Decreto n.º 28.687/82, art. 72, poluição do solo e do subsolo consiste na deposição, disposição, descarga, infiltração, acumulação, injeção ou enterramento no solo ou no subsolo de substâncias ou produtos poluentes, em estado sólido, líquido ou gasoso. O solo é um recurso natural básico, constituindo um componente fundamental dos ecossistemas e dos ciclos naturais, um reservatório de água, um suporte essencial do sistema agrícola e um espaço para as atividades humanas e para os resíduos produzidos.” (ambientebrasil)

O lixo que você produz é seu. Cuide para que seu destino seja o correto!

Ao comprar um produto, qualquer que seja, que gere um tipo qualquer de lixo (plástico, papel, vidro, etc.), as pessoas se iludem com o “descartável” pensando que apenas compraram o que vem dentro da embalagem. A embalagem é só jogar no lixo.

O problema está exatamente aí. Existem dois tipos de pessoas (salvo excessões), aquelas que levam lixo para rua e aquelas que deixam a tarefa para outra pessoa.

A pessoa que deixa a tarefa é mais inocente que a outra. Compra o produto, come ou uso ele e depois joga a embalagem no lixo. E pronto! Fez sua parte jogando no lixo. É como se a lata de lixo fosse um buraco negro que você joga o lixo e uma hora ele some (retirado por outra pessoa) e ela não está nem aí.

A pessoa que leva o lixo para rua é ainda pior. É aquela pessoa que de certa forma está mais responsável pelo lixo e que mesmo assim se ilude, não diferente da anterior. Como assim? Simples.  O lixo é apenas aquele saco que fede quando tá muito tempo dentro de casa ou que encomoda quando está muito cheio. A solução é levar ele para rua para ser recolhido pelos caminhões de lixo. Assim o lixo é levado e magicamente no outro dia não está mais lá. Problema resolvido. Será? Essa é a maior ilusão de todas. Por uma cultura porca e suja repassada de geração em geração, não existe uma real preocupação de “pra onde vai o lixo” nas pessoas, em geral. Será que esse lixo vai para um lugar adequado? Será que esse lugar é impermeável, se possui tratamento, se não tem pessoas e animais “vivendo” próximas?? Essas são perguntas que as pessoas não fazem e que deveria fazer. Isso que nem estou falando de separar o lixo!


Onde está o problema?

farraSacoPlas_lixao A maioria das cidades, principalmente as menores e do interior, não possuem um local adequado, nem um tratamento para o lixo doméstico.

A maioria ainda mantém os chamados “lixões” que nada mais são é do que montanhas de lixo, onde “VIVEM” pessoas e animais sujeitas a várias doenças. Onde também, geralmente, não possuem um isolamento do solo para que o chorume (aquele líquido do lixo) não infiltre no solo poluindo o mesmo e os lençois freáticos. E ainda tem o metano que é emitido na decomposição desse lixo e aumenta o aquecimento global.

Em outras cidades existem os aterros sanitários. Que eu prefiro chamar de “jogar a sujeira para debaixo do tapete”. É hoje a solução mais “viável” para o lixo urbano. Porém não deixam de ter pessoas e animais, dificilmente possuem o isolamento do solo e ainda geram um outro problema: como são enterradas camadas de lixo e o metano continua sendo produzido se formam “bolsas” de metano dentro do solo que podem causar explosões.

Faça sua parte com pequenas mudanças no seu dia-a-dia

Reciclagem
1. Diminua a quantidade.
Procure comprar produtos que gerem menos lixo ou que simplesmente não gerem nenhum lixo. Opte por ao invés de comprar 1kg de açucar, comprar 5kgs por exemplo. Ou a ir até aquelas lojas que vendem a granel e levar seu próprio pote de vidro. Outra solução também é deixar algumas embalagens, sacos, etc, na loja que você compra.

2. Se informe sobre o destino do lixo em sua cidade.
Entre em contato com a prefeitura da sua cidade ou procuse se informar como for. Verifique se o destino do lixo doméstico está correto e se o local está dentro das leis. Se não estiver, denuncie! Verifique também se sua cidade possui o programa de Coleta Seletiva e se o mesmo funciona.

3. Separe seu lixo. E cuide do seu destino.
Procure separar seu lixo. Mas lembre-se: de nada adianta separar e depois colocar na rua para o caminhão levar. Ele será jogado no mesmo lugar que qualquer outro lixo.

Minha sugestão é lavar todo o lixo reciclável que você gerar e separar em latas ou sacos diferentes. Então procure conhecer algum catador e converse com ele um dia da semana para ele retirar o lixo. Assim você vai ter a certeza que o catador vai reciclar esse lixo – mesmo que seja para beber.

Na minha opinião essa é a melhor solução pois você nunca vai saber se o programa de Coleta Seletiva realmente funciona (em minha cidade o caminhão do programa levava o lixo para o mesmo lixão que o caminhão convencional).

4. E último. Procure Reutilizar seu lixo.
Encontre reutilizações para seus lixos. Aqui nesse blog existem várias opções que você pode dar uma lida depois de como reutilizar alguns objetos como filtros de papel, garrafas pets, etc.

É só para não terminar o dia em branco. O porquê desse dia.

A data de 15 de Abril foi escolhida para o Dia da Conservação do Solo em homenagem ao nascimento do americano Hugh Hammond Bennett (15/04/1881- 07/07/1960), considerado o pai da conservação dos solos nos Estados Unidos, o primeiro responsável pelo Serviço de Conservação de Solos daquele país. Suas experiências estudando solos e agricultura, nacional e internacionalmente, fizeram dele um conservacionista dedicado. Também pela capacidade de comunicação de seus textos, muito conquistou para a causa mundial da conservação.
____________

Criamos uma comunidade no orkut.
Ajude a alanvancar ela :D

Fique por dentro do que está acontecendo com o meio ambiente NA HORA
Me adiciona no twitter ;)

2 Comentários:

_DS2_Minina_ [Daiane] Vivoverde disse...

Opá.. obrigada peça referência.. é sempre bom ser referenciada :D

Bem, o post ficou bem completo, dá para perserver que o lixo não apenas degrada o solo mas tem lá seus impactos sociais tb ...

E dicas sempre são bem vindas para o despertar das pessoas ...

Quanto a separar os utensilhos e doar para cooperativas e tal, aqui em palmas não teem .. pensei em doar para o centro de maternidade para usarem os vidros para guardar leite materno... ams nem isto fazer... é complicado, as vezes temos a vontade e iniciativa mas os orgãos públicos não cooperam... no masi rola de dar os resíduos sólidos a escolas .. o que é bem tranquilo tb, tenho uma na frente de minha casa, só me falta recolher mais resíduos, minha mãe veio aqui e levou um bocado com comida para Goiás ahahaha Oh vida :P)

aeh bjão e boa noite .. sucesso

Lipe disse...

Poisé, lixo é definitivamente UM se não, O Problema.

Separar e dar o destino correto é essencial. Entretanto, até quando?

Se lembra do ocorrido nos mares do japão? Em que enterraram o lixo em região oceânica, no fundo do mar, e com o andar das placas ele voltou a superfície numa explosão de podridão?

Poisé.

Nosso sistema está errado. NÃO PODEMOS mais produzir tanto lixo, é inviável, é incomcebível, é herético e SUICIDA.

Uma reforma se faz necessária e JÁ.

Mas claro, isso não é rentável e nem conveniente a quem tem o poder para fazer estas revoluções acontecerem.

Caso contrário, além de poder ter acabado com a fome na África 10x, todo o dinheiro mundial usado pra levantar a AIG dos EUA poderia também ter acabado ALGUMAS vezes com o problema do lixo, investindo em tecnologia e pesquisas para tal.

Somos nós os aliens parasitas e consumidores de planetas que tanto tememos em nossos filmes.

Postar um comentário

Olá!
Parabéns por não ser omisso e opinar!

Seu comentário será enviado ao moderador e em alguns instantes estará publicado.

Todo comentário tem resposta.

Visitantes Recentes

Comentários recentes

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO